quarta-feira, 14 de julho de 2010

O mar


E quando vejo o mar existe algo que diz que a vida continua e se entregar é uma bobagem.


Legião é bom pra relaxar. E ainda dá bons conselhos as vezes. As vezes, não. rsrsrs

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Esse seu olhar


Esse seu olhar
Quando encontra o meu
Fala de umas coisas
Que eu não posso acreditar
Doce é sonhar é pensar que você
Gosta de mim como eu de você
Mas a ilusão
Quando se desfaz
Dói no coração
De quem sonhou, sonhou demais
Ah, se eu pudesse entender
O que dizem os seus olhos

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Google/Atari









Hoje faz 30 anos do lançamento do Atari!!! *O*
Computador de 8bits, com RAM de 8KB !!!
Tô realmente ficando velha! Eu amava esse jogo!
Mas matou a pau mesmo foi a Google! Gente! Que que é aquilo?!?!?!?
Joguinho no Logo! Hoje eles se superaram!
Vivo postando os Logos da Google onde acho melhor mas vamos combinar que esse foi o mais surpreendente, o mais legal não é a tecnologia, a inovação é a idéia!!!
Parabéns ao profissionais da google verdadeiros merecedores da vida boa que passam lá!!!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Esconderijo



(Sandy)

Nesse quarto escuro
Existe um menino assustado
Ele é sozinho
E teme que o mundo encontre o seu cantinho
Entrega ele pra cuidar
Eu sei guardar segredo
Eu sei amar
Não conto pra ninguém
Que esse menino é alguém
De barba e gravata e que esse quarto escuro é sua alma

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Luna



Eu hoje joguei tanta coisa fora
Vi o meu passado passar por mim
Cartas e Fotografias, gente que foi embora
A casa fica bem melhor assim

E tendo a lua aquela gravidade aonde o homem flutua
Merecia a visita não de militares
Mas de bailarinos ou de você e eu...


Dei uma boa abandonada no meu blog, ñ faço mais.

terça-feira, 23 de março de 2010

Poema Dos Olhos da Amada




(Maria Bethânia)
Composição: Paulo Soledad e Vinícius de Moraes


Ô bien-aimée, quels yeux tes yeux
Embarcadères la nuit, bruissant de mille adieux
Des digues silencieuses
Qui guettent les lumières Loin… si loin dans le noir
Ô bien-aimée, quels yeux… tes yeux
Tous ces mystères dans tes yeux
Tous ces navires, tous ces voiliers
Tous ces naufrages dans tes yeux
Ô ma bien-aimée aux yeux païens
Un jour, si Dieu voulait
Un jour… dans tes yeux
Je verrais de la poésie, le regard implorant
Ô ma bien-aimée, quels yeux… tes yeux

Ó minha amada
Que olhos os teus
São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe dos breus...
Ó minha amada
Que olhos os teus
Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus...
Ó minha amada
De olhos ateus
Quem dera um dia
Quisesse Deus
Eu visse um dia
O olhar mendigo
Da poesia
Nos olhos teus...

Menino do Rio




Composição: Caetano Veloso


Menino do Rio
Calor que provoca arrepio
Dragão tatuado no braço
Calção corpo aberto no espaço
Coração, de eterno flerte
Adoro ver-te...

Menino vadio
Tensão flutuante do Rio
Eu canto prá Deus
Proteger-te...

O Hawaí, seja aqui
Tudo o que sonhares
Todos os lugares
As ondas dos mares
Pois quando eu te vejo
Eu desejo o teu desejo...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Classe JOptionPane do JAVA

Classe JOptionPane do JAVA

Classe JOptioPane é usada para fazer caixas de texto no JAVA, e este caminho é do arquivo PDF que explica como fazer.

sexta-feira, 5 de março de 2010

desenhador do quotidiano: Desenhar ao telefone

desenhador do quotidiano: Desenhar ao telefone

preciso seguir esse cara, adorei o blog...
apreciadores de desenhos, confiram.

quinta-feira, 4 de março de 2010

You' ve god a friend...




You've Got a Friend
Hermes House Band
When your down and troubled
And you need some love and care
And nothing, no nothing is going right
Close your eyes and think of me
And soon I will be there
To brighten up
Even your darkest night

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come runnin'
To see you again
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there
You've got a friend
You've got a friend

If the sky above you
Grows dark and full of clouds
And that old north wind should begins to blow
Keep your head together
And call my name out loud
Soon you'll hear me
Knockin' at your door

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come runnin'
To see you again
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there

Ain't it good to know that
You've got a friend?
Cause people can be so cold
They'll hurt you and desert you
They'll take your soul if you let them
But don't you let them

You just call out my name
And you know wherever I am
I'll come runnin'
To see you again
Winter, spring, summer or fall
All you have to do is call
And I'll be there
You've got a friend

You've got a friend
You've got a friend

terça-feira, 2 de março de 2010

A Luz Que Acende o Olhar





(Deborah Blando)

A luz que acende o olhar
Vem das estrelas no meu coração,
Vem de uma força que me fez assim,
Vem das palavras,lembranças e flores regadas em mim.

O tempo pode mudar,
A chuva lava o que já passou,
Resta somente o que eu já vivi,
Resta somente o que ainda sou.

A luz que acende o olhar
Vem pelos cantos da imaginação,
Vem por caminhos que eu nunca passei
Como se a vida soubesse de sonhos que eu nunca sonhei.

Vem do infinito, da estrela cadente,
Do espelho da alma,
Dos filhos da gente,
De algum lugar
Só pra iluminar.

A força vem de onde eu venho,
De tudo que acende e a vida calada
Me olha, e entende o que eu sou,
Tudo o que é maior
Vem do amor, vem do amor.

A luz que acende o olhar
Vem dos romances que viram poesia,
Vem quando quer, se quiser, se vier,
Vem pra acender e mostrar o amor que a gente não via.

Vem como um passe de pura magia,
Como se eu visse e jurasse que há tempo já te conhecia.

Vem do infinito, da estrela cadente,do espelho da alma,
Dos filhos da gente,de algum lugar só pra iluminar.
A força vem de onde eu venho,
De tudo que acende e a vida calada,
Me olha e entende o que eu sou,
Tudo que é maior,vem da luz que acende o olhar,
Vem das histórias que me adormeciam,
Vem do que a gente não consegue ver,
Vem e me acalma, me traz e me leva pra perto de você...
E me leva, mais pra perto de você.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Um edificio no meio do mundo...





Ana Carolina

Composição: Ana Carolina / Jorge Vercilo

Os meus olhos cheios d'agua
Seu mar vazio
Qual é o fio que nos une e nos separa?

Eu quero seu sorriso
No correr da minha hora
E não o falta nada pra gente ser feliz agora

Só por você .. eu dei até o que eu não tive
Há tantos que vivem sem viver um grande amor
Eu que sonhei por tanto tempo em ser livre

Me prenda em seus braços
É o que eu te peço (2x)

Somos um barco no meio da chuva
Um edifício no meio do mundo
Fortes e unidos como a imensidão

Num passeio no meio da rua
Vamos dias e noites afora
Agora podemos ver na escuridão

Só por você .. eu dei até o que eu não tive
Há tantos que vivem sem viver um grande amor
Eu que sonhei por tanto tempo em ser livre

Me prenda em seus braços
É o que eu te peço (2x)

domingo, 17 de janeiro de 2010

Em silêncio

Em silêncio

Lindo...

estou encantada pelo texto e tocada completamente.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Ponta de Dor




Composição: Jorge Aragão




Suas lágrimas são
O bastante pra mim
Dizer que se houvesse perdão
Pra mim não poderia ser
Dessa vez foi demais
E eu fui incapaz
no amor que você me deixou
Faça o que preciso for.


Só não vá revelar
O quanto fui ruim,
Não queria se igualar
Você não é assim
Cada um da o que tem
Você me deu amor
Devolvi com desdem
Uma ponta de dor,
Mas não fiz por maldade.


(Refrão)
VocÊ pode esperar
(2x)
Essa felicidade um dia virá
Ou quem sabe um amor que venha ficar
pra vida inteira.
Mas nem sempre o que espera dá pra chegar.


Suas lágrimas são...



quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Doce Vampiro






“Venha me beijar, meu doce vampiro


A luz do luar


Me apaixonei por você


Sempre reclamando da vida


Me ferindo e me curando a ferida


Mas nada disso importa


Vou abrir a porta


Pra você entrar


Beijar minha boca


Até me matar...


De amor.”



Rita Lee


 

Blogando via email.

Chocolate...

Não adianta vir com guaraná pra mim, é chocolate o que quero beber...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Cuidar de mim


Seu Jorge
Composição: Seu Jorge / Gabriel Moura / Rogê
Minha cabeça bem confusa
Só de ver ela passar
Só de ver ela sem mim
Ainda usa a mesma blusa
Com o broche que eu lhe dei
Combinando com o colar

Eu fico imaginando coisas
Me pego imaginando coisas
Eu fico imaginando coisas
Me pego imaginando coisas

Lembranças de um tempo bom
Que a gente se amava em paz
Que pena que eu vacilei
Agora que não dá mais
Você não me deu perdão
Não tem problema
Espero que esteja bem
Feliz como eu fui feliz
O tempo é quem vai dizer
A vida quem quis assim
Não sou capaz de entender
Como saí de cena
Não dá pra mim
Eu vou voar
Melhor assim


Seu Jorge! O melhor...

E agora?



E Agora
Tomate
Composição: Abel Caruso / Tomate / Ricardinho
O telefone já não toca mais
Estou sentindo a falta de você
Meu bem já sabes que te amo de mais
Queria está ao lado pra saber
Se um dia a gente ainda vai se encontrar
Pra falar , conversar
Dos momentos bons
Que não consigo esquecer

E agora ?
Me diz o que é que eu faço com esse amor
E agora ?
Porque é que tudo isso se acabou
E agora ?
Me diz o que eu faço com meu coração que está chorando
E agora ?
Me diz o que é que eu faço com esse amor
E agora ?
Porque é que tudo isso se acabou
E agora ?
O que é o que eu faço com meu coração que está chorando


Tempo de axé, sol, alto astral ...